"Borboletas de Luz e Amor"

 

 

 

"Borboletas de Luz e Amor"

 

 

As borboletas...

Na folha verde de uma planta generosa, pequenos ovinhos fecundados são amorosamente depositados para iniciarem seus ciclos de vida...

Enquanto aguardam o momento preciso de eclodirem, reconhecem-se uma família, com mesma origem e propósito...
Amam-se e, juntos, fazem planos de jamais se separarem...

Todo ovinho encerra em si a Sabedoria da Criação, todo potencial para sua experiência, onde acolhe e assume que nasceu para experienciar-se lagarta e, depois, no ciclo natural da Vida, obedecendo a Lei de Evolução do Universo, recolhe-se em casulo para metamorfosear-se em borboleta...

Desde ovinhos, sabem de onde vieram, quais suas funções e para onde devem ir...

Dentro de si, sempre a certeza de que há um Céu, azul e com Sol dourado de dia, com estrelas e Lua à noite... Sempre desejaram alcançá-lo, sustentando suas delicadas e belas asas no Ar que separa Terra e Céu...

Com este sublime objetivo, ainda ovinhos, combinaram de lá no Céu todos juntos chegarem, para celebrarem e compartilharem suas experiências, suas conquistas...

Acontece que a vida de lagarta não é fácil... 

Rastejando ora na terra seca, ora na lama; procurando alimento, fugindo de predadores... Quanto perigo! Quanta dificuldade!

Mas, o tempo urge em sua vida e é necessário transformar-se... Ela sente!

Cheia de receios, entra em seu casulo e se fecha!

Muitas já não têm a certeza de quererem voar... Se em Terra firme já há tantos perigos, imaginem flutuando "vulneráveis" e expostas pelo Ar?

Até certo ponto, seguem juntas o curso natural mas, conforme a grande transformação se aproxima, várias lagartas apavoram-se e desistem...

Comoção geral!!! E agora?

Nenhuma quer ficar só, nem ser deixada para trás, mas seguir tornou-se uma obrigação pesada demais, além da capacidade de superação de seus medos!

Uma idéia surgiu: e se TODAS ficássemos? Permaneceríamos juntas, nada de separação!

Mas há as lagartinhas que sempre sonharam voar... E, por mais temerosas que tivessem, nada deteria seus cursos em direção à liberdade...

Além do mais, traziam em seus coraçõezinhos, pequenos e frágeis, a certeza inabalável de que não havia outro caminho, outra escolha e que não haveria outra oportunidade...

Então, é chegado o momento das definições... Qual seria a escolha de cada uma?

E assim foi que um tanto resolveu ficar (diziam ter suas razões), outro tanto seguiu seu caminho mas, houve as que, compadecidas, queriam encontrar uma solução!

Algumas, de tanto se debaterem para retardar o curso da vida, na tentativa de ainda convencerem as desistentes a voltarem atrás, acabaram por ferir suas lindas asas recém-adquiridas e, quando notaram que muitas já haviam partido, tentaram seguí-las mas, infelizmente, suas asinhas já não as podiam sustentar, danificadas como estavam...

Outras, num rompante de compaixão, se ofereceram para carregar suas amigas mas, rapidamente notaram que suas asas eram delicadas demais e podiam, apenas, levar somente a si mesmas...

Era assim, cada uma era responsável apenas por si e, se insistiam em levar peso "extra", ficavam ambas, exauridas e frustradas...

As borboletas que voaram foram cumprir seus propósitos, se entregaram à liberdade do Ar, fertilizaram as belas flores que encontraram em seus trajetos, deleitaram-se com o Céu que tocaram... 

Obedecendo o ciclo da Vida, retornaram apenas para deixarem seus ovos, cheios dos registros das experiências que viveram, repletos de potenciais de realização e superação e, leves, seguiram seus cursos, cumprindo seus papéis na Criação!!!

E Assim se cumpriu em AMOR!!!

 

Raquel.

(Um texto oferecido em profundo Amor e respeito a todos os Mestres-Borboleta que tive a honra e o prazer de RE encontrar!)

 

NOTA LEGAL

Este artigo é protegido por direitos autorais.

O autor dá permissão de compartilhá-lo, através de qualquer meio, contanto que sejam incluídos os créditos, o nome do autor, a data da postagem e o local de onde se obteve a informação, divulgados com o corpo da mensagem.

É expressamente proibida sua comercialização, sob qualquer forma, ou seu conteúdo adulterado, ou parcialmente divulgado (trechos da mensagem), ou utilizado para base de quaisquer trabalhos, sem permissão prévia do autor.

Sempre incluir o endereço eletrônico do Site Oficial no Brasil: www.kryonnobrasil.com

* Para melhor compreensão da mensagem em áudio são inseridas no texto pequenas explicações.

Canal Oficial de KRYON no Brasil: Ginaiá Ferreira de Brito

Para mais Informações e contato use os e-mails: 

kryoneventos@outlook.com

Gostou! Indique para seus amigos.

 

www.kryonnobrasil.com
#NewLoveGeneration